Erro no Revolution Slider: Slider with alias fotos_studiopilates not found.
Maybe you mean: 'posts' or 'ambulatorio' or 'agenda' or 'slider7' or 'PROGRAMAS'

A banana pode combater o cancêr

Lelington Lobo Franco
A internet tem apresentado vários comentários sobre a banana madura que contem TNF.

De acordo com uma pesquisa, por cientistas japoneses, a banana madura que apresenta algumas manchas escuras em sua casca, produz uma substância chamada TNF (Fator de Necrose Tumoral), que tem a capacidade de combater, no interior do corpo humano, células que apresentam anomalias.
O fator de necrose tumoral (TNF) é uma proteína chamada citocina, sintetizada no interior das células que, ao serem liberadas, interagem com seus receptores. A produção destas citocinas é diretamente induzida pela presença de diversos estímulos, como, por exemplo, a presença de bactérias e o contato com corpos estranhos ou mutações celulares.
São exatamente as mutações celulares que definem o câncer, doença caracterizada por um conjunto de células que crescem e se repartem, sem respeitar os limites normais (invadindo e destruindo os tecidos próximos), podendo alcançar lugares distantes no corpo, através de um processo chamado metástase.
De fato, o conteúdo nutricional das frutas se modifica, à medida que elas amadurecem. No caso da banana madura, aumentam-se os níveis de antioxidantes, que protegem o corpo contra o câncer e doenças cardíacas. Em contrapartida, a banana madura perde algumas propriedades importantes, como as vitaminas e os sais minerais.
Partindo desta hipótese, os cientistas recomendam o consumo de, no mínimo, uma banana madura por dia. Isso porque, além de serem importantes para o trato intestinal, ajudando na digestão, elas aumentam a imunidade, principalmente nos pacientes que sofrem com algum tipo de câncer.
O fator de necrose tumoral (TNF) é uma citocina diretamente envolvida nas reações de fase aguda nos processos de inflamações sistêmicas. Seu principal papel está relacionado à regulação e equilíbrio da ação das células imunes. Desse modo, o desequilíbrio na produção e no número de TNF disponíveis no organismo ocasiona uma série de complicações, especialmente influenciando na ocorrência de uma série de doenças humanas, como: artrite reumatóide; artrite psoriática e espondilite anquilosante; doença de Crohn; Doença de Behçet; amiloidose; sacroidose; escleroderma; poliomiosite; doença de Still do adulto e ciática severa aguda; lúpus; nefrite e artrite lúpica (Costa, 2005).
As citocinas são proteínas sintetizadas no interior de células e que, ao serem liberadas, irão interagir com seus receptores específicos, produzindo o seu efeito específico. Para Souza e Elias (2005), a síntese para a produção de citocinas é diretamente induzida pela presença de estímulos variados, que podem ser a presença de produtos bacterianos, especialmente lipopolissacarídeos, e o contato com corpos estranhos ou mutações celulares.

Mesmo assim, existem vários benefícios nutricionais em comer o fruto (além das fibras e da energia), principalmente a quantidade das vitaminas B6 e C e dos minerais manganês, potássio, magnésio e flúor.

Hadassah

Deixe um comentário pra gente!