É tempo de relaxar!

Através da harmonia com a natureza o Centro de Vida Saudável promove um estilo de vida que trata e previne diversas doenças.

Posts Recentes

facebook instagram youtube

CEVISA

8 Alimentos Que Ajudam Na Imunidade

Coronavírus é uma família de vírus, assim denominada por apresentarem uma estrutura em formato de coroa. Eles causam infecções respiratórias. A atual doença causada pelo coronavírus recebeu o nome de Covid-19. Neste texto você vai saber um pouco mais sobre o que é o Covid-19, como ele afeta nosso organismo, e quais alimentos que podem ajudam a aumentar nossa imunidade.

 

Então, vamos lá!

 

Nutrição versus Imunidade

Segundo a OMS, ainda não há cura e não há um tratamento medicamentoso definido para o Covid-19. Mas, o corpo pode reagir a infecção, favorecendo uma resolutividade positiva.

 

Assim, a nutrição se destaca como um fator muito importante na manutenção do estado de saúde do indivíduo. O estado de saúde, por sua vez, é coordenado, entre outros fatores, pelo funcionamento adequado do sistema imune, cujas células de defesa, dependem de um estilo de vida adequado, que contemple a ingestão de alimentos saudáveis como frutas, legumes, verduras, leguminosas, cereais integrais, oleaginosas e fibras em quantidades adequadas.

 

Alimentos que devem ser evitados

A exclusão de alimentos nocivos à saúde como carboidratos refinados, açúcar refinado, cafeína, bebidas alcoólicas e alimentos ultraprocessados como os fast foods, embutidos e ricos em gorduras saturadas e trans também auxilia na manutenção de uma melhor defesa do organismo contra agentes invasores como vírus e bactérias.

 

Desta maneira, visando fortalecer o sistema imunológico, abaixo estão descritos alguns alimentos que deveriam compor suas refeições diariamente.

 

Prepara a caneta para anotar!

 

Fortalecendo nosso sistema imunológico

Sim, existem alguns alimentos que ajudam a aumentar nosso e fortalecer nosso sistema imunológico. Vamos a lista?

 

  1. Inhame: ação desintoxicante e depurativa. Ou seja, auxilia na limpeza do sangue, excretando suas toxinas por meio dos rins, pele e intestino. Fortalece o sistema imunológico por ter excelente fonte de micronutrientes como vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6, B9). Também possui antioxidantes e vitamina C, cobre, potássio, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. Devido sua composição, a ingestão de inhame melhora problemas respiratórios e aumenta a imunidade.
  2. Brócolis e couve: vegetais de cor verde escura. São ótima fonte de ácido fólico, assim como levedo de cerveja, lentilhas, quiabo, feijão preto, amendoim, espinafre, folhas de couve, aspargos, semente de girassol, laranja, couve-de-bruxelas, ervilhas, abacate, tofu, mamão e amêndoas. O ácido fólico coadjuva na produção dos glóbulos brancos, agentes de combate a invasores. Todavia, até 90% do ácido fólico contido nos alimentos pode ser destruído pela ação do calor, ou seja, por cozimento prolongado dos alimentos.
  3. Frutas cítricas: acerola, mexerica, mamão, kiwi, morango, laranja entre outras, são ricas em substâncias antioxidantes que ajudam a diminuir inflamações. Duas a três porções são suficientes para suprir a necessidade diária de vitamina C. A ingestão adequada de vitamina C pode diminuir a gravidade dos sintomas relacionados aos resfriados e acelerar a cura.
  4. Alho: tem função protetora do organismo, pois tem ação antimicrobiana, antiinflamatória, anticancerígena e antioxidante. Coadjuvante no tratamento dos sintomas de gripes, resfriados e outras doenças.
  5. Cebola: possui quercetina e tióis, substâncias antioxidantes com efeito na redução de inflamações, alergias e doenças virais.
  6. Castanha-do-brasil: fonte de selênio mais conhecida. Contudo, como a quantidade de selênio presente nos alimentos depende da quantidade encontrada no solo, em regiões com solos que apresentam quantidades suficientes deste mineral, o trigo é uma boa fonte, além dos alimentos “acumuladores” de selênio como alho, brócolis, cebola, mostarda-indiana, couve-de-bruxelas, couve-rábano, couve-flor, repolho e levedo de cerveja. O selênio assim como o zinco aumentam a imunidade. Oleaginosas (castanha de caju, semente de linhaça, castanha-do-brasil, amendoim, amêndoas), cereais integrais e leguminosas (feijões, lentilhas, farinha de soja): fontes de zinco que auxiliam no combate a gripes, resfriados e síndromes gripais.
  7. Cúrcuma: possui um pigmento fenólico amarelo denominado curcumina, que tem ação antioxidante, antiinflamatória, antibacteriana, antiviral, antifúngica e antitumoral. Pode ser adicionado a sucos, sopa ou no preparo de feijões ou cereais integrais como o arroz integral.
  8. Gengibre: contém gingerol e shagaol, cujas principais atividades são antieméticas, antitumorais, antioxidantes, antiinflamatórias e antimicrobianas. Possui também ação terapêutica como antipirético e diurético. A boa quantidade de micronutrientes como a vitamina B6 e C, faz dele um expectorante natural, sendo, portanto, indicado para gripes e resfriados. A presença de vitaminas A, B3 e B6, selênio e zinco, auxilia no combate ao cansaço. Além disso, melhora a digestão. Pode ser utilizado como tempero ou ingrediente de chás.

E não esqueçam, para a sua saúde e segurança: LAVE BEM AS MÃOS e respeite o DISTANCIAMENTO SOCIAL.

 

Até a próxima!

Comentários

  • resposta

    Lídia cordeiro dos santos

    Obrigada cevisa,por lembrar de nós dando essas dicas , assim podemos ajudar a outros também,, Deus abençoe

    abril 6, 2020

Deixe um Comentário