É tempo de relaxar!

Através da harmonia com a natureza o Centro de Vida Saudável promove um estilo de vida que trata e previne diversas doenças.

Posts Recentes

facebook instagram youtube

Author: Josie Ruberto

Todos nós sonhamos com alguma coisa que queremos muito, que desejamos verdadeiramente. E isso não está errado, jamais devemos parar de sonhar, mas não podemos somente fazê-lo, temos também que agir para concretizá-los e cumprir metas.   Para isso é necessário, antes de tudo, estabelecer quais objetivos desejamos alcançar, para que assim possamos definir as metas a serem atingidas e que vão nos deixar mais próximos da concretização de nossos sonhos. Falamos um pouco sobre como traçar metas inteligente (método SMART) nesse post aqui.   Entretanto, é preciso ter em mente o conceito e a diferença entre: o que é objetivo e meta.   Vamos lá?   Objetivo versus meta   O objetivo compreende aquilo que você deseja alcançar. Por exemplo: emagrecer, parar de fumar, fazer mais exercícios. Meta, por sua vez, tanto é o tempo estipulado como os meios que serão utilizados para atingir este objetivo. Por exemplo: perder 10 kg em 3 meses, fazer exercícios 5 vezes por semana, etc.   Uma vez que você entendeu essa diferença, é necessário elaborar um planejamento, com um plano de ação do que você pode fazer para atingir esse seu alvo. Depois de ter elaborado o plano é hora de colocar em prática tudo o que você definiu, para que assim suas ideias não fiquem apenas no papel.   Alcançando objetivos e cumprindo metas mais facilmente   Tanto na nossa vida pessoal como na profissional, temos metas a cumpri e objetivos a alcançar. Independente da dimensão de cada um, contar com dicas e com orientações, que contribuam, efetivamente é algo de fundamental importância. Pois, dessa maneira, conseguiremos superar os desafios e vencer as dificuldades que surgirem no meio desta caminhada.   Assim, com o intuito de ajudá-lo neste processo, selecionamos algumas dicas, verdadeiramente valiosas, que vão contribuir para que você saiba como pode alcançar suas metas e objetivos de forma mais simples e rápida.   Vamos as dicas:   5 dicas de como alcançar seus objetivos e cumprir metas   1) Definir o objetivo O primeiro passo que você deve dar rumo à conquista de suas metas e objetivos é realmente parar e definir quais são ou qual é o objetivo que você deseja alcançar. Independentemente de ser pessoal ou profissional, ter clareza sobre o que se quer atingir, para se sentir uma pessoa plenamente realizada, é verdadeiramente essencial, pois este será o seu guia e orientador ao longo de todo este processo.   2) Planejamento Em basicamente tudo o que vamos fazer em nossa vida, contar com um planejamento é de fundamental importância, pois é este planejamento que

Esse mês de janeiro estamos falando sobre metas e como conseguir estabelecê-las de uma maneira inteligentes e cumprir de uma mais fácil e simples. Mas, como emagrecer com saúde definindo metas?   Nesse post, vamos ressaltar uma meta que praticamente a grande maioria das pessoas já a estabeleceu em sua vida: emagrecer.   Para emagrecer com saúde é necessário que o corpo gaste mais calorias do que consome. Separamos algumas dicas essenciais para você emagrecer de uma forma saudável. Vamos a leitura:   Como emagrecer com saúde   1- Consuma mais alimentos naturais (frutas, verduras e legumes) 2 – Faça 3 refeições comendo devagar e evitando excessos 3- Invista em um prato equilibrado e variado 4- Evite dietas restritivas 5- Beba bastante chás de ervas aromáticas. Evite chá preto, verde, branco

O comportamento humano é extremamente complexo, e a formação psicológica de cada indivíduo é construída com base nos mais diversos fatores, fazendo com que cada pessoa seja única em sua forma de pensar, sentir e reagir. Entretanto, como adequar as metas de acordo com a sua personalidade?   Uma pesquisa realizada pela Universidade Carlos III de Madrid, que concluiu que 90% das pessoas podem se encaixar em um desses grupos básicos: otimistas, pessimistas, confiantes e invejosos.   O tipo invejoso é o mais comum de personalidade, sendo que 30% das pessoas se encaixam nele e 20% em cada um dos outros três grupos. Para chegar a esses resultados, os pesquisadores analisaram respostas de 541 pessoas que se voluntariaram a falar sobre questões sociais e diversos tipos de conflitos.   Estabelecendo metas de acordo com sua personalidade os invejosos são as pessoas que definem os próprios objetivos de vida com a intenção de serem melhores do que as outras pessoas. Os otimistas, por outro lado, são aqueles que esperam fazer escolhas boas para si mesmos e para as pessoas ao seu redor.   Os pessimistas costumam enxergar as coisas de forma negativa e, por isso, fazem escolhas entre o que parece ser o menor de dois males. O tipo de personalidade confiante é aquele presente em pessoas que buscam cooperar e fazer esforços necessários, não se importando muito se sairão ganhando ou perdendo.   Além desses quatro grupos, os pesquisadores afirmaram que há um quinto grupo, o de pessoas indefinidas, cujos traços de personalidade não podem ser classificados pelos algoritmos formados durante o estudo – 10% das pessoas se encaixam nesse tipo de perfil comportamental.   Agora nos conte: você acha que pode ser encaixado em um desses grupos? Quer descobrir?   Existem algumas ferramentas capazes de identificar personalidades. Listamos algumas a seguir:   Ferramentas para indicar personalidades Em meu caso específico utilizei a ferramenta chamada Eneagrama. Essa ferramenta é uma modelo que descreve diferenças individuais e que as encaixam em nove tipos distintos que conseguimos observar em nosso dia-a-dia de maneira fácil. No entanto, essa ferramenta não é a única. Existem outras que igualmente podem auxiliar na definição de características. Entre elas sugiro o DISC e a 16 personalities. Cada uma dessas ferramentas tem uma teoria que reforça seu resultado final e que podem ser trabalhadas em conjunto para uma melhor definição e entendimento.   Gostou desse assunto? Tem alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários e nossa equipe entrará em contato com você.   Fonte: RevistaGalileu

Natal e virada de ano são datas comemorativas que se tem por tradição muita comida e bebida, ou seja, muito sódio, açúcar. Para não ter que abrir mão de nenhum alimento ou drink o ideal é evitar exageros. Mas, e se houve exageros, como cuidar do corpo? O excesso pode causar inchaço e desidratar a pele. Por isso, separamos algumas dicas de alguns cuidados que você deve ter com seu corpo após essas comemorações.   Vamos lá!   1) Beba bastante água Se existe uma dica para dar sobre cuidados com o corpo, com certeza é beber muita água. A água é essencial para manter o corpo em um ótimo funcionamento, além de ajudar a reduzir o inchaço e repor os liquidos perdidos depois de alguns drinks.   2) Aposte em chás Conhecido por suas propriedades antioxidantes, a bebida oferece uma série de benefícios para nosso organismo, além de deixar a pele mais hidratada.   3) Invista em uma alimentação saudável Já que houve exageros no Natal e ano novo, nada melhor do que voltar a se alimentar bem, de forma saudável. É hora de evitar laticínios, carne vermelha, cafeína e álcool. Procure acrescentar mais vegetais, legumes e frutas nas refeições, como couve, brócolis, folhas verde-escuras, frutas vermelhas e abacaxi.   4) Durma bem É normal passar um pouco da hora de dormir durante as festas de final de ano, e para se recuperar é necessário regular o sono. Dormir bem ajuda a normalizar o funcionamento do organismo.   De acordo com os especialistas, excessos gastronômicos além de engordar, podem causar desconforto abdominal, dor de cabeça, dor no estômago, inchaço, gases e cansaço.   Por isso, evite exageros, e cuide bem de você!

É isso mesmo! Falta pouco para o natal, e você já tem tudo preparado? O natal é uma época muito esperada pela maioria das pessoas. É uma data muito especial na qual, para algumas culturas, é comemorado o nascimento de Jesus. Mas também, é uma época onde se reunem as famílias e amigos para troca de presentes e em seguida, para a ceia.   A comemoração do Natal incluem a presença de vários símbolos tradicionais, como a ceia de Natal que mencionamos acima. Mas, além dela existem outros, como as decorações natalinas. Você sabia que para cada um desses símbolos existe um significado?   Continue lendo, pois logo em seguida você vai ficar sabendo um pouco sobre cada um desses símbolos.   Significado dos símbolos de Natal A árvore de Natal é um dos símbolos mais populares. Existem muitas versões de formato, mas uma delas é que o formato triangular do pinheiro representaria a Santíssima Trindade. O costume de enfeitar as árvores de Natal surgiu em 1539, e na América Latina, apenas no século XX teve início essa tradição.   São Nicolau foi um bispo do século III que inspirou a figura do Papai Noel. Os três reis magos deram presentes para Jesus, por isso trocar presentes se tornou uma tradição de Natal. Já o bispo Nicola era conhecido por dar muitos presentes, por isso o Papai Noel é o responsável, segundo a tradição, por trazer os presentes.   A estrela de Natal simboliza a estrela que guiou os três reis magos até o local do nascimento de Jesus, segundo o relato do Evangelho de Mateus, na Bíblia.   Na língua portuguesa, presépio significa o local onde se recolhe o gado ou o estábulo. Nessa época, o presépio é uma referência cristã que remete ao local exato onde Jesus nasceu em Belém   A Ceia de Natal, como já foi mencionado no início do texto, é um momento onde ocorre a reunião das famílias e envolve muitas tradições populares, acompanhado de várias receitas natalinas.   Kit calendário + receitas CEVISA   Por falar em receitas natalinas, Separamos um presente para você: um KIT com calendário e um e-book de receitas deliciosas para que você possa fazer na sua ceia. São receitas exclusivas do CEVISA, e você poderá ter um pedacinho de nós na sua casa!     Que você possa ter um Natal repleto de amor e harmonia e um ano novo cheio das bençãos de Deus. São os votos de toda a equipe CEVISA.   Até 2020!

Todo mundo tem a necessidade de tocar e ser tocado. Estudos mostram que os abraços têm o poder de reduzir os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea, além de diminuir o risco de doenças cardíacas. Isso ocorre, pois a pele possui uma rede de centros de pressão que ficam em contato com o cérebro por meio de nervos conectados a vários órgãos, inclusive o coração.  Neste artigo você vai aprender sobre: O abraço e as reações do nosso organismo Emoções e o toque O abraço e as reações do nosso organismo Você acha que esse toque teria o poder de afetar a região cerebral ativada frente à ameaça, produzindo conforto e fazendo a atividade cerebral cair? A resposta, testada cientificamente por neurocientistas e psicólogos da Universidade de Wisconsin e Virgínia, é sim.   O estudo demonstrou que o contato físico com uma pessoa de confiança atua positivamente sobre os neurônios em situação de ame­aça, levando o cérebro e o corpo a relaxar. Isso ocorre especialmente quando o toque vem de uma pessoa querida, já que o efeito não foi o mesmo quando a pes­soa que segurava a mão era um estranho.   Os abraços ainda diminuem os níveis de cortisol, conhecido como o hormônio do estresse. Altos níveis deste hormônio podem prejudicar a saúde, por isso esta queda na produção dele é importante. Emoções e o toque Que o toque tem o poder de despertar reações físicas e emocionais, sabe-se há muito tempo. Pelo menos ele vem sendo usado há milênios para tentar promover a cura, às vezes sob o nome de imposição de mãos. Antigos relatos de curas pelo toque são encontrados nas culturas egípcia, grega, japonesa, chinesa e indiana. No início do século 14, a realeza europeia até mesmo adotou a imposição de mãos como um "direito divino" inerente aos poderes do rei. Era o "toque real". Se é verdade que depois o toque caiu em certo descrédito no Ocidente, devido ao abuso e à separação entre mente e corpo no pensamento filosófico, é também um fato que ele tem sido revalorizado, Várias pessoas têm tentado atribuir credibilidade científica ao poder curador do toque. Obtendo a cura Porém, se o Toque Terapêutico atual não tem conseguido credibilidade como veículo de cura real, há um tipo de toque que é totalmente confiável. É o toque de Deus em nossa vida. Os evangelhos relatam que Jesus tocou inúmeras pessoas, e elas foram curadas. Enquanto os médicos do 1° século evitavam tocar os doentes, Jesus

A diabetes acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada (resistência à insulina).   Existem alguns questionamentos sobre a diabetes. Muitas pessoas possuem diversas dúvidas a respeito do que se trata a doença, como ela surge, se tem cura, como prevenir, enfim, a lista é longa. Por isso, separamos algumas das principais perguntas sobre esse assunto.   Mas, primeiro precisamos entender o que é diabetes?   O que é diabetes? Diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo.   A insulina é um hormônio que tem a função de quebrar as moléculas de glicose(açúcar) transformando-a em energia para manutenção das células do nosso organismo.   O diabetes pode causar o aumento da glicemia e as altas taxas podem levar a complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. Em casos mais graves, o diabetes pode levar à morte.   De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, existem atualmente, no Brasil, mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença, o que representa 6,9% da população nacional.   Agora sim, vamos as perguntas:   1) Existem restrições à prática de exercícios para pessoas com diabetes? Não há restrições, desde que o diabetes esteja controlado. A atividade física libera catecolaminas que são hiperglicemiantes, de modo que se tiver com glicemia elevada, a tendência é aumentar mais ainda.   2) Como devo fazer para receber os medicamentos grátis, pelo SUS, como insulina e fitas. A lei federal de n° 11.347 (assinada em 27 de setembro de 2006 pelo Presidente da República) está em vigor e determina que os pacientes com diabetes recebam, gratuitamente, do Sistema Único de Saúde - SUS, os medicamentos necessários para o tratamento, assim como os materiais exigidos para a sua aplicação e a monitoração da glicemia capilar. O texto da lei afirma que, para ter este direito, é preciso estar inscrito em algum programa de educação especial em diabetes.   Na prática, a pessoa precisa ir ao posto de saúde mais próximo de sua residência, e cadastrar-se como paciente com diabetes do SUS ou do Sistema de Informação em Hipertensão e Diabetes (Hiperdia). No mesmo local, deve-se pedir pelos medicamentos necessários ao tratamento, prescritos pelo médico responsável em uma receita que será ali apresentada.   Caso não seja plenamente atendido, paciente deverá relatar o caso à ouvidoria

Se você consome castanhas, provavelmente está fazendo uma escolha saudável. Sim, elas são muito saudáveis e importantes para uma dieta equilibrada e natural. Se você eliminou alimentos gordurosos, alimentos de origem animal, ou outra restrição é importante complementar os nutrientes com outras fontes. Em quantidades adequadas, essas oleaginosas favorecem a saciedade, contribuem para a saúde mental e cardiovascular, ajudam no controle da glicemia e colesterol, dentre outros benefícios.   No Brasil, temos uma grande variedade de castanhas disponíveis no mercado, existem as nativas como a de caju e do Pará (hoje mais conhecida como castanha do Brasil). Mas, como devemos consumir? E qual a maneira correta de armazená-la, preservando seu estado natural o maior tempo possível? É o que veremos a seguir. Continue a leitura!   A melhor maneira de consumir Para garantir os nutrientes e evitar contaminações, procure as castanhas in natura. Com casca. Assim você evita que elas estejam contaminadas. Por exemplo o pistache é alvo de fungos que enquanto decompõe os alimentos produzem micotoxinas, e a aflatoxina (que também é encontrada no milho e em nozes, além das castanhas). Os fungos alteram a aparência das castanhas sendo fáceis de identificar.   A aflatoxina, após ingestão é absorvida no intestino e transportada ao fígado, onde é metabolizada. A sua toxicidade pode assumir a forma aguda ou crônica. Algumas advertências Impacto agudo: a ingestão de elevadas doses de aflatoxinas num curto espaço de tempo pode causar uma intoxicação alimentar aguda, tais casos são raros nas sociedades desenvolvidas.   Alguns dos sintomas clínicos são: febre, vômitos e icterícia, pode causar também uma lesão hepática aguda que nos casos mais graves, pode ser fatal.   Impactos crônicos: como os alimentos podem estar contaminados com doses ínfimas de aflatoxinas, o seu consumo, a longo prazo, aumenta o risco e pode levar ao carcinoma hepatocelular e consequentemente a morte.   Além desses problemas, está comprovada a sua relação com a incidência da hepatite B e do "kwashiorkor". Todos estes problemas, obviamente, dependem da quantidade e frequência da ingestão de produtos com aflatoxinas e da idade da pessoa.   A Organização Mundial da Saúde  (OMS) em pesquisas concluiu que, a aflatoxina pode desenvolver câncer primário no fígado do homem. Isto, evidentemente, não significa que ingerindo aflatoxina, a pessoa fatalmente contrairá câncer, mas sim, aumentar o risco e dependendo da permanência em ingerir alimentos contaminados, a longo prazo, pode desenvolver a doença.   Procure prestar atenção quando for ingerir, porque mesmo as castanhas sendo vendidas dentro do limite não tóxico, a armazenagem enquanto ela estiver na sua casa pode

Diabetes é uma doença crônica , a qual atera o metabolismo levando a uma hiperglicemia por deficiência da secreção da insulina pelo pâncreas ou pela dificuldade da ação da insulina que é a resistência insulínica , a qual atinge outros órgãos e tecidos do corpo humano.   A epidemia de diabetes mellitus (DM) é alarmante. Atualmente, estima-se que a população mundial com diabetes é da ordem de 425 milhões de pessoas , no Brasil 6.2% da população tem Diabetes Melitus. Principalmente o Diabetes Melitus tipo 2 (DM2) , o qual é o tipo  mais prevalente em tornos de 95% dos indivíduos  diabéticos,  poder ser prevenido e controlado através de mudanças de estilo de vida.   Diabetes tipo 2 - Características gerais A  maioria das pessoas que desenvolve o diabetes tipo 2, por exemplo, está acima do peso ou é obesa.  Comprovando  que educação alimentar e a qualidade de vida das pessoas está diretamente ligada ao desenvolvimento da doença.   A prevenção  de forma mais efetiva acontece quando se dá   mais atenção à saúde de forma integral.   A prevenção primária vai evitar que indivíduos suscetíveis desenvolvam diabetes, tendo impacto por reduzir ou retardar tanto a necessidade de atenção à saúde como a de tratar as complicações da doença.   As intervenções  para o paciente com Diabetes tipo 2, condição na qual a maioria dos indivíduos também apresenta obesidade, hipertensão arterial e dislipidemia, a abordagem também  deve abranger esses outros  problemas metabólicos,  o que, além de prevenir o surgimento de diabetes, estaria também evitando doenças cardiovasculares e reduzindo a mortalidade .   Diabetes e estilo de vida saudável Há muitas  evidências de que alterações no estilo de vida,  e na redução da atividade física, associam-se a acentuado aumento  na prevalência de DM2. Os programas de prevenção primária do DM2 baseiam- se em intervenções na dieta e na prática de atividades físicas, visando a combater o excesso de peso em indivíduos com maior risco de desenvolver diabetes.   É importante lembrar que, como toda doença, o diabetes se não controlado, pode trazer diversas complicações. O não controle da doença pode acarretar em complicações cardiovasculares, neuropatia diabética (dores contínuas, formigamento e falta de sensibilidade nos membros inferiores), nefropatia (exaustão renal e danificação dos néfrons) e retinopatia (edema na retina que pode levar a perda total ou parcial da visão). Uma ótima notícia, é que mantendo a doença sob controle e o estilo de vida saudável, alguns pacientes não necessitarão da utilização de medicamentos.   Mudança nos hábitos e estilo de