É tempo de relaxar!

Através da harmonia com a natureza o Centro de Vida Saudável promove um estilo de vida que trata e previne diversas doenças.

Posts Recentes

facebook instagram youtube

Saúde e Bem Estar

No mês de setembro vestimos amarelo como forma de promover o debate sobre a prevenção ao suicídio. Desde de 2015 o “Setembro Amarelo” tem como objetivo trazer conversas, debates, discussões sobre como podemos prevenir o suicido de pessoas que estão sofrendo. O diálogo é a melhor forma de prevenção, isso porque a grande questão nesta situação é o sofrimento. Precisamos romper o silêncio. Vale ressaltar que o suicídio está intrinsecamente relacionado com a demografia onde se está inserido e seu contexto cultural, isso quer dizer que seus fatores condicionantes podem alternar em relação aos problemas de cada localidade. Mas, em todos os casos, o ato de não querer viver está associado ao sofrimento humano, a não querer sofrer. Por isso, se você está sofrendo saiba que tem muitas pessoas querendo te ouvir, querendo te acolher, querendo te ver viver sem dor e sem sofrimento. Se você conhece alguém sofrendo, saiba que só a sua presença já fará a diferença. Você pode conduzir este amigo para um tratamento que irá trazer luz a escuridão do sofrimento. Não precisamos ter medo de falar sobre a dor, o sofrimento, a morte. Vamos quebrar tabus, vencer o estigma da fraqueza, vamos falar sério. Suicídio não é sinônimo de covardia ou falta de Deus, é um desespero de alguém que sofre e não vê outra saída para sua dor. Vamos diminuir o sofrimento evitando a deterioração das relações sociais. Vamos falar, vamos ouvir, vamos escutar ativamente. Quando a dor silencia, as palavras ajudam a sobreviver ao sofrimento. Então fale, falar é a melhor saída!

Os hormônios são substâncias produzidas pelo organismo : Glândulas endócrinas, neurônios ou órgãos , estes atuam dentro das células, permitindo o transporte de informações entre elas ou até mesmo regulando determinadas funções corporais. A  circulação dos hormônios se dá por meio da corrente sanguínea , sendo possível realizar a dosagem dos mais variados hormônios para avaliar possíveis desequilíbrio no metabolismo. Uma variedade de hormônios são produzidos dentro do nosso sistema e cada um tem sua finalidade, sendo todos de extrema importância para o correto funcionamento do corpo humano. As principais funções dos hormônios são: manter os órgãos funcionando com equilíbrio, interação entre os diversas sistemas do corpo humano, fazem parte do  sistema reprodutivo, atuam no crescimento, auxiliam nos processos metabólicos como também na regeneração das celular. Para termos todas funções hormonais atuando de forma efetiva é fundamental que não tenhamos nenhum distúrbio hormonal. Nas mulheres , uma maneira de identificar se está tendo alguma alteração nos hormônios femininos é observar como está funcionando seu ciclo menstrual: A maior parte das pacientes com distúrbios hormonais apresentam ciclos menstruais irregulares: Fique de olho em: Ausência de menstruação Sangramento uterino irregular – ciclos mais curtos e mais longos Alteração no fluxo TPM forte Acne e oleosidade Aumento de pelos corporais em locais não comuns Queda de cabelo Aumento de sensibilidade nas mamas Retenção de líquidos e edemas Alterações de peso Dor de cabeça Ansiedade, depressão e desiquilíbrios emocionais Fadiga intensa Principais hormônios femininos: Estrogênio: Promove o desenvolvimento puberal, surgimento de caracteres sexuais secundários da mulher e atua na expansão da massa óssea e muscular. Sintomas de excesso: sensibilidade nas mamas, dor de cabeça, risco de trombose e outros sintomas digestivos.   Sintomas de falta: insônia, queda de cabelo, fogachos, pele ressecada. Progesterona: Prepara o endometrial na embriogênese e na viabilidade da gestação e regula o ciclo menstrual.   Excesso de progesterona: retenção de líquidos, tensão pré menstrual, humor depressivo, dores articulares, alterações intestinais. Deficiência de progesterona: Infertilidade, irregularidade do ciclo menstrual, maior risco para aborto. Testosterona: É o principal hormônio masculino, porém a mulher também produz este hormônio em quantidade bem menor, o mesmo é fundamental para a saúde sexual da mulher . Excesso de testosterona: Oleosidade na pele, acne, aumento da pilificação, queda de cabelo, alteração no timbre de voz. Deficiência de testosterona: Alteração na libido , desejo sexual hipoativo, perda de massa muscular, distúrbios no sono, fadiga excessiva, aumento nas taxas de gordura corporal.   Se você mulher está identificando alguma destas alterações procure um (a) endocrinologista para avaliar você clinica e fisicamente,

As pessoas que realizam atividades físicas regulares correm um risco muito menor de desenvolver doenças cardíacas. Um estudo realizado pela Escola de Saúde Pública de Harvard descobriu que correr por mais de uma hora por semana reduz o risco de ataque cardíaco em 42%. Caminhas por 30 minutos ou mais ao dia reduz o risco de doenças cardíacas em 18%. Os pesquisadores também observaram a relação entre o passo da caminhada e doenças do coração: quanto mais intenso os exercícios, menor será o risco. Além disso, o treinamento com pesos também tem efeito preventivo: 30 minutos ou mais de treinamento com pesos por semana significa uma redução de 23% do risco de doenças cardíacas. Para as mulheres que caminhavam mais de uma hora por semana, houve uma redução de 50% no risco de se desenvolver doenças cardíacas, se comparado àquelas que caminhavam com menos frequência. Porém, o estudo descobriu que a intensidade dos exercícios para mulheres teve menos impacto no índice de doenças cardíacas do que a duração dos exercícios. Por isso, uma boa caminhada diária poderá te manter longe dos riscos cardíacos, melhorar sua autoestima e bem estar. Fonte: Fatos Incríveis sobre Saúde, 8 segredos da Bíblia para você viver mais e melhor.

Pode ser muito frustrante agendar uma consulta e não conseguir ser atendido com o carinho que você encontra aqui no CEVISA. Esse guia vai te ajudar a aproveitar o máximo o médico. As consultas no Brasil duram em média: 7 a 8 minutos. Leve em consideração o tempo de espera, agendamento e deslocamento. As consultas idealmente deveriam ter pelo menos 10 minutos. Essa é a recomendação de uma meta análise realizada por pesquisadores O europeus que avaliaram o tempo de atendimento em 64 países. Na China, as consultas chegam a ter 5 minutos, e em Blangadesh 48 segundos. O pouco tempo, e muito tempo significam diretamente um atendimento conclusivo ou não. Uma boa triagem, processos informatizados otimizam o tempo, levando a consultas mais conclusivas e assertivas. 2. Procure o especialista correto: Fazer a consulta com o especialista correto garante diagnósticos e prescrições muito mais eficazes. Procure o clínico geral em situações mais difusas. 3. Organize sua ficha de saúde. Aplicativos de celular podem te ajudar! Anote suas alergias, remédios que faz uso constante, histórico familiar. Assim você pode passar essas informações para o médico. 4. Anote o sintoma quando passar por ele. Algumas vezes os sintomas aparecem e desaparecem. Por exemplo uma dor de cabeça intensa: pode ser concentrada na testa, e pulsante, ou difusa. Fica mais fácil descrever na consulta. 5.Não saia com dúvidas. Pergunte a respeito do seu diagnóstico e prescrição.

Tem gente que pensa que mau humor é aleatório – e que não dá para escapar. Na verdade, o humor é controlável. Nosso humor depende de fatores externos, e internos – seus hormônios por exemplo podem te deixar mais agressivo ou depressivo. Quem entende de ESTILO DE VIDA, sabe que nunca dá para isolar uma coisa da outra, o que acontece fora do corpo e o que acontece dentro do corpo tem o mesmo peso. Algumas dicas para melhorar o humor por FORA: Aprenda a dizer não, do jeito certo. As vezes você precisa dizer: -Gostaria de fazer isso por você, mas não posso me comprometer com esse compromisso. Você pode até expor os motivos de não poder fazer, ou simplesmente negar. Respeitar seus limites, entender que você tem valor mesmo que não possa atender a todas as demandas de todos é saudável para sua auto-estima. Assimile seus sentimentos, e encontre espaço para absorver as situações conectado com o que você sente. Parece fácil – mas é difícil. As vezes a correria é tanta, que a gente acaba deixando sentir para depois. E então em vez de você entender que na hora que alguém te criticou você ficou agressivo ou depressivo, você guarda o sentimento, e vai se sentir agressivo e depressivo ao chegar em casa. O pior é que quando não sentimos emoções “ruins” também não conseguimos sentir as emoções boas, e ficamos com uma sensação de mau humor e apatia constante. Nada mais tem graça… mas é porque você está precisando entender suas emoções “ruins” primeiro. Algumas dicas para mudar por DENTRO Dormir mau não permite que seu cérebro descanse, ele nunca apaga, mas precisa do sono para se regenerar e organizar tudo que fez no dia anterior e se preparar para o próximo. Organize sua agenda para permitir um sono reparador. Dormir bem é fundamental para acordar com disposição e bom-humor. Não coma o tempo inteiro! 3 refeições por dia (desjejum, almoço e jantar) são suficientes e sincronizadas com seu metabolismo para garantir energia para o dia todo, e tempo de descanso e recuperação para seu estômago. Comer o tempo todo, principalmente alimentos processados, cheios de açúcar vai roubar sua disposição, e deixar o sangue e oxigênio necessário para seu cérebro funcionar bem, em função da digestão. Faça exercícios! Não deixe de fazer exercícios, liberar serotonina! Atividade física melhora a oxigenação cerebral, a circulação seu corpo, seu sono e apetite!      

BOLO INTEGRAL DE FRUTAS •             4 xíc. de farinha de trigo integral •             2 xíc. açúcar mascavo •             1/2 xíc de óleo •             2 col. de sopa de fermento químico •             2 xíc. de leite de soja ou castanha •             1 pitada de canela •             1 pitada de sal •             3 bananas nanicas picadas •             3 maçãs picadas https://youtu.be/NDYjPOHZjlQ Modo de preparo: Em uma tigela, coloque os ingredientes secos, menos o fermento. Em seguida, acrescente o leite e mexa até formar uma massa homogênea. Acrescente a banana e a maçã e misture. Em seguida, adicione o fermento e mexa devagar. Coloque em uma forma untada com óleo e leve para assar em forno pré aquecido por cerca de 40 minutos. Bom apetite!

1 xícara de chá de farinha de grão de bico ·         4 colheres de sopa de azeite de oliva ·         1 colher de chá de sal do himalaia ·         ½  colher de café de bicarbonato de sódio ·         ½ colher de café de goma xantana (opcional se quiser uma massa mais firme) ·         Água fria até dar o ponto Amassar o grão de bico cozido  MODO DE PREPARO: Misturar toda a parte seca, em seguida unir o azeite e incorporá-lo bem com a ajuda das palmas das mãos, adicionar água q.b. para obter uma massa bem compacta. Deixar a massa repousar por 15 minutos em geladeira. Abri-la com as mãos na forma com fundo removível. Rechear a massa crua (recheio deve estar frio) e assar por 40 min em forno pré-aquecido a 180 graus. Não asse a massa primeiro e depois recheio pois irá quebrar e recheio soltará da massa.  

O Pão sem Glúten de mandioquinha é macio e fica uma delícia para sanduíche. Ingredientes: 3 colheres de sopa de azeite de oliva; 1/2 xícara de chá de polvilho azedo; 3 e 1/2 xícaras de água fervente; 1 colher de chá rasa de sal marinho; 1 e 1/4 xícara de polvilho doce; 5 mandioquinhas salsa. Fermento Biológico A mandioquinha apresenta alto teor de vitaminas do complexo B e vitamina C!   Como fazer:   O primeiro passo é descascar as mandioquinhas e picá-las em pedaços. Coloque-as em uma panela média com água e cozinhe por 15 minutos com a tampa fechada. Reserve a água, aguarde a mandioquinha esfriar e amasse com as mãos, acrescentando os demais ingredientes um a um. Sove a massa até começar a desgrudar das mãos. Em seguida, faça bolinhas moldando com as mãos, coloque-as em uma assadeira de silicone ou untada. Leve ao forno com temperatura alta (230° C) e deixe assar por 40 minutos ou até dourar. Sirva morno.

Recentemente, recebemos uma série de perguntas sobre o uso da farinha em nossas receitas. Dentre elas destacamos a mais repetida, e resolvemos criar uma Tag chamada “Perguntas Aleatórias”. A princípio, vamos responder as dúvidas aqui no blog, mas conforme for, vamos criar vídeos e lives onde nossos especialistas possam interagir com você, seguidor! Bom dia. Vejo que as receitas saudáveis do CEVISA não eliminam a farinha de trigo. É recomendado comer carboidrato em uma alimentação saudável? Uma de nossas nutricionistas, Cyntia Maureen, responde: Carboidrato é uma coisa e glúten é outra! Comer carboidratos integrais é benéfico, porém, o excesso de farinha de trigo não. A alimentação deve ser equilibrada, tendo como base sempre os alimentos minimamente processados e integrais. Existem alternativas para a farinha de trigo, entretanto,  o glúten não é prejudicial para todas as pessoas. Nosso organismo funciona à base de carboidratos, mas sempre busque uma fonte natural: mandioca, milho, inhame, batatas, aveia, trigo em grão, cevada em grão, etc. Por fim, fica aqui um alerta: procure sempre um profissional para maiores esclarecimentos!

O cigarro é um dos vícios mais difíceis de deixar. Porém, é possível enxergar uma grande melhora na saúde, nos primeiros minutos que você o larga. Neste artigo vamos conhecer quais são alguns dos benefícios de parar de fumar. Vício  (substantivo masculino) “Dependência física ou psicológica que faz alguém buscar o consumo excessivo de algo, de uma substância, geralmente alcoólica ou entorpecente: vício de fumar.” – Dicionário Online da Língua Portuguesa COMO COMEÇA UM VÍCIO Quando o assunto é “vício” esquecemos de pensar que existem diversos fatores e contextos que podem desencadeá-los. O vício é uma abstinência vivida em ausência de algo, podendo se manifestar por angústia, sono, ansiedade, depressão, e até mesmo por alguma dor física. O vício está ligado ao prazer ou recompensa, por isso, um viciado tende a procurar uma substância ou comportamento, almejando uma sensação de bem-estar, relaxamento e alívio. Sinais que podem indicar que você está se tornando um viciado Uma pessoa, após ter experimentado pela primeira vez, surge dificuldades de controlar seus impulsos, sentindo-se inquieto por não recorrer a substância. Mesmo sendo notada a relação de dependência da substância, a pessoa tem dificuldades para admitir que tem um problema. Toda situação torna-se um motivo para buscar o cigarro, aumentando assim, a frequência do uso, tornando parte da sua rotina Mas, o que acontece com seu corpo quando você para de fumar? É o que vamos saber a seguir. OS BENEFÍCIOS DE PARAR DE FUMAR Em apenas 20 minutos após você parar de fumar, os batimentos cardíacos melhoram, e há uma normalização da temperatura sanguínea (a ponta dos dedos das mãos e pés ficam quentes), além de um aumento de oxigênio no organismo, que é um dos principais benefícios. Em 24 horas, aquela respiração ofegante que um fumante apresenta, desaparece, e seu nível de oxigênio no organismo normaliza. A sensibilidade do olfato e paladar começam a voltar ao normal, fora a facilidade de respirar. Um fôlego extra começa a surgir, por volta do segundo e terceiro dia, tornando mais fácil a realização de atividades físicas, sem sentir cansaço. Seis meses depois o sentimento de estresses, até agora muito presente, diminui. Um ano depois o risco de doenças cardíacas é reduzido em 50%, é menor o risco de acidente vascular cerebral, e há uma melhora no sistema imunológico. Passados dez anos, é menor o risco de câncer (fumantes são mais propensos  a terem cânceres, do que os não fumantes). Também apresenta uma chance menor de qualquer tipo de riscos de saúde. Segundo dados

Open chat
Em que podemos ajudar?