É tempo de relaxar!

Através da harmonia com a natureza o Centro de Vida Saudável promove um estilo de vida que trata e previne diversas doenças.

Posts Recentes

facebook instagram youtube

saúde emocional

A ansiedade e o estresse interferem diretamente na homeostase do organismo, alterando  a liberação de hormônios, influenciando em neurotransmissores,  como também em outros componentes bioquímicos que afetam nossas células de defesa, podendo assim comprometer diretamente com nossa imunidade e emoções.   Isto quer dizer, quanto mais ansiosos e estressados, mais teremos nossas barreiras de proteção fragilizadas e portanto ficamos mais vulneráveis à enfermidades.   Nesse artigo vamos falar um pouco sobre essa relação entre nossas emoções e o sistema imunológico. Mas, se você quiser saber um pouco mais sobre a relação do sistema imunológico e outros fatores acesse aqui e aqui.   Vamos a leitura?   O sistema imunológico e sua função Então o que é o sistema imunológico? São redes de células e moléculas , que estão em todo o organismo, as quais  conseguem reconhecer vários patógenos ou antígenos de  vírus, bactérias ,fungos, produtos tóxicos , entre tantas outras  doenças  e destruí-los.   Uma  vez que o  corpo tenha um sistema imune equilibrado, são comumente chamadas de soldados de defesa.  Esta defesa é essencial contra o desenvolvimento de infecções. Chamamos de imunodepressão quando o nosso sistema imunológico está fragilizado , desordenado ou desequilibrado.   Fatores que afetam nosso sistema imunológico São vários os fatores que podem afetar a nossa imunidade, mas são os fatores psicológicos que menos damos importância.   O sistema imunológico é modulado pelos processos químicos do estresse e da ansiedade, envolvendo ações químicas (liberação elevada de hormônios como por exemplo o cortisol) tanto no sistema endócrino, como no sistema nervoso.   Quando os sistemas endócrino e nervoso estão alterados, o organismo se torna mais suscetível a processos infecciosos, bacterianos e virais. Atualmente estamos enfrentando um processo viral.   Relação entre a imunidade e as emoções Então, como permanecer imune ao estresse e a ansiedade, numa situação de pandemia?   Tanto o estresse como a ansiedade são processos químicos naturais do organismo. São necessários para preparar o organismo na resposta as situações adversas. Por isso a questão não esta ligada diretamente na ausência deles (estresse e ansiedade), mas como eles estão se desenvolvendo no corpo, ou como estamos respondendo a eles.   A Psiconeuroimunologia afirma que nossa postura frente às situações estressoras, pode ajudar com que nosso organismo tenha respostas positivas, mantendo assim a nossa imunidade.   Como podemos fazer isso? Vamos elaborar fatores que vão nos ajudar a permanecer imunes ao estresse e a ansiedade: Manter hábitos que aumentem nossa imunidade. Estes hábitos estão acessíveis para todos nós. Mantendo 15 min de exposição ao Sol em partes do corpo que não estão sempre

Sabemos que começar um projeto de vida saudável é uma tarefa difícil, mas não é impossível. Com pequenos ajustes na rotina é possível se livrar de alguns hábitos ruins, e conseguir resultados positivos. O conceito que envolve a palavra “estilo de vida” é muito amplo, inclui vários aspectos de vida, sendo que cada um desses aspectos influenciam a saúde individual da pessoa. Os aspectos estão em todas as áreas: física, mental, espiritual e social. E porque é importante ter um estilo de vida saudável? Porque um estilo de vida saudável ajuda a manter o corpo em forma e a mente alerta. Ajuda também a proteger de doenças, além de ajudar a impedir que as doenças crônicas piorem. Isso é importante porque a medida que envelhecemos surgem alterações nos músculos e nas articulações que trazem um declínio na força física. Hábitos saudáveis devem ser desenvolvidos quando ainda jovens, e mantidos durante toda a vida adulta até a idade madura. Algumas consequências ao negligenciarmos manter esses hábitos saudáveis são: Doenças cardíacas Câncer Derrame cerebral Acidentes Doenças pulmonar crônicas A importância da atividade física A necessidade de praticar uma atividade física de uma forma regular, sem exageros (falamos um pouco sobre a importância dos exercícios aqui, além de citarmos alguns exemplos de exercícios mais tranquilos aqui – para aquelas pessoas que não gostam muito e/ou tem preguiça em realiza-los) é importante para mantermos o organismo em harmonia. Para iniciar uma atividade física com segurança, consulte primeiramente um médico para que ele avalie suas condições físicas e ateste direcionando assim para quais atividades seriam mais recomendadas ao seu perfil. A importância de uma alimentação saudável A obesidade é a maior causa de mortes e de doenças em todo o mundo. Doenças como: hipertensão arterial, doenças cardíacas, derrame cerebral, diabetes, alguns tipos de câncer. Para evitar a obesidade é necessário realizar refeições balanceadas, com bastante cálcio – o cálcio com os exercícios ajudam a prevenir a osteoporose. >> Todas as vezes que você come além do necessário, o seu corpo irá armazenar em forma de gordura << Uma boa dieta é aquela que combina frutas, vegetais, grãos integrais, legumes, gorduras saudáveis – controladas, evitar a ingestão de álcool e se você sentir necessidade, consulte o médico para uma orientação mais específica. Evite ingerir substâncias que prejudiquem sua saúde. Fumar e beber são fatores muito importantes para o surgimento de doenças pulmonares, do coração e circulação, câncer, acidentes automobilísticos e acidentes domésticos. As drogas além de tornar o usuário dependente podem levar também a deterioração

Você já deve ter ouvido falar que a doença do século é a depressão. A ocorrência disso é que a modernidade trouxe consigo uma pressão maior quanto a ser o melhor em todos os sentidos. Por exemplo, se na época dos seus avós, estudar somente o Ensino Fundamental já era o suficiente, hoje, quem possui Mestrado nem sempre é qualificado para se tornar um professor universitário. O impasse é um: você está lá dando o seu melhor em um determinado aspecto da sua vida, para depois descobrir que o seu melhor nem sempre é o suficiente. Como lidar com essa pressão, sem que prejudique sua saúde emocional? O CEVISA possui 10 dicas, os chamados “Remédios do CEVISA”. São princípios básicos e simples que podem ajudar qualquer um a ter um equilíbrio emocional. São estes: 1) Beba água – O corpo é composto em média de 70% de água. E a água é necessária em todas as nossas funções biológicas; 2) Tenha uma alimentação saudável – Procure utilizar alimentos mais ricos em nutrientes, e evite aqueles que são prejudiciais à saúde. Pois nosso corpo é construído pelo alimento que ingerimos, e devemos escolher aqueles que melhor atendem as necessidades dele; 3) Pratique exercícios físicos – A prática de exercícios físicos diminui o stress, além de ter outros benefícios para o nosso organismo; 4) Mantenha relacionamentos saudáveis – Um conversa, um toque, ou somente a presença do outro pode ajudar a melhorar seu dia; 5) Vida espiritual – Confiar em Deus ajuda a desenvolver algumas características importantes para uma saúde emocional equilibrada; 6) Ar puro – É preciso desfrutar do ar puro, da natureza. Pois a qualidade do ar que respiramos afeta a nossa saúde diretamente; 7) Luz solar – A luz solar é fundamental no combate a doenças do corpo e principalmente no combate a problemas de origem emocional, como a depressão; 8) Descanso – Ter a quantidade necessária de horas para dormir é relevante para as funções cognitivas, emoções e no comportamento do dia a dia;