É tempo de relaxar!

Através da harmonia com a natureza o Centro de Vida Saudável promove um estilo de vida que trata e previne diversas doenças.

Posts Recentes

facebook instagram youtube

CEVISA

O sistema imunológico e o processo de envelhecimento

Nestes últimos dias muito se tem falado na mídia em  relação aos cuidados que devemos ter referente ao COVID-19 com os mais idosos. Para a terceira idade, a infecção por Coronavírus poderá  se tornar grave, especialmente quando o idoso já tem outros problemas de saúde, como diabetes, doenças respiratórias, cardiovasculares e um sistema imunológico mais fraco. 

 

Este post vai abordar um pouco sobre o sistema imunológico e os cuidados que uma pessoa idosa deve ter por consequência do momento que o mundo está vivendo com COVID-19.

 

Vamos lá!

 

Porque os idosos são mais susceptíveis a terem doenças mais graves?

 

As mudanças que acontecem no sistema imunológico durante o processo de envelhecimento do corpo, chamado de imunossenescência, este  é um dos principais fatores nos idosos, o qual aumento o risco deles terem infecções mais graves, assim como aumento da incidência de outras doenças nesta faixa etária.

 

Portanto, na terceira idade há uma redução fisiológica  no número e na atividade dos linfócitos T, células que ajudam a combater a presença de agentes capazes de prejudicar a saúde do organismo. A imunossenescência reduz o reconhecimento de novos antígenos, isto é, o corpo do idoso , por exemplo se torna incapaz de reconhecer um novo vírus,  como um invasor,  demorando  a reagir,  consequentemente as suas enfermidades poderão se manifestar de formas mais graves.

 

Como fazer para diminuir as infecções?

 

Antes de mais nada, é bom lembrarmos que não existe uma receita clara e definitiva, para que os idosos possam diminuir o risco de desenvolver uma infecção viral ou bacteriana grave,  entretanto, adotar alguns cuidados básicos recomendados para um envelhecimento saudável é fundamental.

 

Cuidados básicos para evitar o aumento de infecções

  • – Manter as doenças crônicas (hipertensão arterial, DPOC, asma, diabetes) sob controle, seguindo os conselhos de seu médico e tomando os medicamentos prescritos regularmente;
  • – manter-se ativo; 
  • – alimentar-se bem, com alimentos com qualidade nutricional;
  • – não fumar;
  • – não beber em excesso.

 

Na atual situação da pandemia causada pelo coronavírus, o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendam ter atenção extra com a higiene para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias aguda.

 

Medidas de higiene para evitar contaminação

  • – lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
  • – evitar tocar os olhos, o nariz e a boca com as mãos não lavadas;
  • – evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • – ficar em casa quando estiver doente;
  • – cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogá-lo no lixo;
  • – limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Caso queira mais informações sobre o novo coronavírus, o Ministério da Saúde disponibilizou o aplicativo Coronavírus – SUS de forma gratuita para download em aparelhos iOS e Android

 

 

A ferramenta traz dicas de prevenção e explica as formas de transmissão do vírus. Outra novidade é que o aplicativo permite fazer uma pré-triagem virtual com base nos sintomas que o usuário apresenta e diz se o caso pode ou não ser uma suspeita de coronavírus.

 

Se você gostaria de saber um pouco mais sobre esse assunto, entra em contato conosco deixando sua dúvida aqui nos comentários. E lembre-se, todo cuidado é pouco!

Deixe um Comentário